Refluxo, alergia ao leite, sono ruim, irritabilidade… Humpft!

em 4 de julho de 2009

Ainda não contei aqui a história completa do refluxo do João, mas isso me aflige tanto que está me cansando. Quando descobrimos o refluxo dele, eu estava em depressão pós-parto, super surtada, sem condições de entender nada. Confiei na médica que a Tia Walkíria indicou, o internamos e ele começou a tomar a medicação e o leite especial. Viemos para casa e eu ainda estava perdida, claro. Levamos o João em um outro pediatra, que escolhemos para acompanhá-lo, já que a pediatra particular é super cara. Depois de uns 10 dias tomando o leite anti-refluxo, ele ficou com por 3 dias. A pediatra particular mandou dar leite de soja dizendo que ele tinha alergia à proteína do leite. O outro pediu para voltar a dar o leite em pó comum, que não precisava se preocupar com alergia. Eu pensei: vou confiar na pediatra que descobriu o refluxo e mandou interná-lo. Comecei a dar o leite de soja.

Nesse meio tempo, entrei em várias comunidades no Orkut sobre o assunto e comecei a pesquisar o tema. Gerei novos tópicos sobre a história do João Victor e recebi várias opiniões sobre o que estava acontecendo com ele. Todos disseram: ele tem alergia ao leite de vaca, você precisa investir na relactação (voltar a dar o peito), para de dar o Mucilon que piora o refluxo e pode dar diabetes, que a pior opção foi dar o leite de soja, que ele tb deve ter alergia à soja…

Nisso, a pediatra particular disse que nós poderíamos tentar voltar a dar o leite de vaca aos poucos, fazer uma transição. Eu  preparo a mamadeira com 5 medidas do leite de soja. Durante 4 dias, eu prepararia a mamadeira com 4 medidas de soja e 1 de vaca (o leite em pó comum para bebês). Se ele não tivesse nenhuma reação, aumentaria a dose do leite de vaca por mais 4 dias até ele tomar somente o de vaca. Ele pode apresentar diarréia, vômito, sangue no cocô, dermatite, irritabilidade, não coneguir dormir…

Mas, antes disso, o que eu pensei: vou tirar o Mucilon para que nada interfira nas reações que ele pode ter ao leite de vaca. Ele tomava 3 medidas em cada mamadeira. Passei para dois durante uns dois dias e antes de ontem ele tomou somente 1. O intestino dele prendeu completamente, coitado. Tive até que colocar supositório nele para ajudar… Fique desesperada, claro. “A culpa é minha, se ele mamasse no peito, nada disso teria acontecido.” O que fazer? Uma das meninas da comunidade disse que passou pela mesma coisa e que isso é alergia ao leite de soja, que não foi a falta do Mucilon que fez o intestino prender. Fiquei preocupada, neuras, pensando na alergia, pensando em como a gente faria para comprar as latas caríssimas de leite. Parei de pensar e voltei a dar o Mucilon ontem. Ele ainda não está reguladinho de novo, mas hoje fez um monte de cocô meio molinho, o que já é um bom sinal. Acho que agora é uma questão de tempo.

Estou contando tudo isso porque eu acho que a gente tem que dosar e ponderar tudo o que lê ou escuta. Durante a gravidez, algumas pessoas tentaram me convencer a todo custo a tentar um parto natural, em casa. Por algum tempo, isso me assombrou, me preocupou e eu pensava: se eu não quiser esse tipo de parto, sou uma pior mãe? Será que vou ser enrolada pela médica se eu fizer uma cesárea em cima da hora? Não me senti enrolada, a cesárea foi dolorida, sim, mas foi uma decisão minha e eu achei que foi a melhor, já que o João estava mesmo com o cordão enrolado no pescoço. Não quis arriscar.

Estou lendo tantas coisas e “escutando” a opinião de tanta gente que acho que chegou a hora de parar e pensar: o que EU acho melhor para o João? O que EU acho que ele sente? Que médico eu devo procurar porque EU acho melhor? É uma baita responsa porque estou lidando com a saúde do meu filho, mas é a melhor decisão no momento. Quanto mais gente eu escuto, mais confusa eu fico, menos eu olho para o João e tento entender as suas reações.

Outra coisa é decidir a história do pediatra. Vou ficar só com o do convênio. Não é porque a outra é particular (até porque o João “ganha” as consultas de presente), mas é porque eu tô achando ela meio radical com algumas coisas. O outro pediatra é mais sossegado, já queria tentar tirar um dos remédios do refluxo… Ele tem consulta lá na terça-feira e eu vou bater um papo sério com o cara e ver se ele acha que podemos fazer a transição para o leite de vaca, se há a necessidade de procurar um gastro (para ver esse lance do refluxo especificamente) e um alergista (para ver essa história do leite de vaca).

Quero conseguir enxergar mais o João, me preocupar menos com o refluxo e dar mais importância para a saúde dele e não para os remédios.



Comentários

  1. Fabi,
    ponto prá você, tá certíssima!!
    Não existe certo ou errado neste ponto e sim aquilo que você enxerga como melhor.
    parabéns prá vocês :)
    bjs

  2. Fabi, é isso… escutar o que diz o seu coração e não o que os outros dizem… palpite todo mundo tem para dar, críticas todo mundo tem para fazer… mas quem passa pela situação, quem sabe o melhor para o seu filho, é vc… faça sempre o que achar melhor… Tenho certeza que muita coisa vai melhorar! Bjs

  3. olá to te acompanhando . isso vai passar….

    minha bb tem refluxo , alergia multipla e esofagite esofilica.

    vai passar logo …. bjhttp://malucontraaalergiaalimentar.blogspot.com/

  4. Fabi, estou enfrentando o mesmo problema. Minha filha tem 2 meses e meio e descobri que ela tem intolerância à lactose. Há 20 dias toma leite de soja e esta semana, por EU achar que o leite sozinho não estava sustentando, acrescentei o Mucilon. Até o momento ela não teve nenhuma reação. Ouvi várias opiniões divergentes sobre isso, decidi seguir os conselhos da minha mãe… e ter fé em Deus. Sei que não sou médica, mas meu coração diz e vem dizendo o que é melhor para ela. Farei essa semana o exame do refluxo por precaução…
    Boa sorte para gente!

  5. Vi um recado seu no site (em especifico o blog da Ana) bebe.com e me interessei mto… Tenho uma filha de 5 anos, e sou casada a 8… Sofri tb com depressão pós parto, mas ao contrário de vc, não procurei ajuda e sofri por longos 3 anos… por ignorância, fraqueza, bobeira, sei lá…. Hj graças à Deus, estou curada, mas vejo que não tinha necessidade de ser como foi…
    Adorei seu blog… Parabéns pelo lindo menino…
    Que o refluxo melhore com o tempo…
    Eu tenho um blog tb, mas é fechado, por motivo familiar mesmo… Caso se interesse, me manda um email e te passo a senha…
    bjs :)

    barbaraguarei1@fasternet.com.br

  6. ai tadinho, tão pequenininho e precisa de tantos remédios, né?

    tomara que tudo isso passe logo e seja só um “choque” de chegada ao mundo, hehehe.

    e uma coisa: muitos pitacos só confundem! é muita receita de vó, não dá, rs! acho que eu ouviria só o médico. ;)

  7. Olá, estou eu aqui neste momento, as 22:33 hrs lendo sua história, e pensei, vamos trocar informações para que eu entenda tambem. Tenho uma bebe de quase 3 meses que teve o diagnostico de refluxo. toma o leite especial, mas estou pensando em trocar e acrescentar o mucilon, mas tenho receio, parei com a medicação do refluxo, agi como vc disse , por intuito de mae,está indo bem , toma remedio para má digestão somente, a noite, por favor, comun ique-se comigo se possível, gostaria muito para trocarmos informações. Obrigrada
    Ana

  8. Fabi,

    Parabêns por esse Blog. Estamos passando pela mesma situação. Não aguento mais ver a minha mulher acessando o Orkut e dizer que “as minhas amigas” da comunidade do Orkut acham isso e aquilo, o que pode e o que nao pode. A Maria Eduarda está com 5 meses, com duas médicas, uma gastro e uma pediatra, a Carol em uma dieta aburda, cortou tudo ( milho, soja, derivados de leite de vaca, manga, laranja, tangerina, graviola e ovo. Agora suspeita até do saco que vem embalado o arroz porque viu no orkut que pode ter traços de leite, que uma “amiga do orkut disse”. Mesmo com isso tudo, a Maria Eduarda tem refluxo e cocô com muco, mesmo tomando remédio para refluxo. Se eu falo em formula hidrolizada sou indemoniado. O que eu quero é que as duas fiquem bem, não so a Duda. A Carol já teve duas doenças sérias por baixa imunidade por ter perdido peso.

    1. Oi Cláudio, Tudo bom?

      Espero que estejam bem! Esse começo é muito difícil e eu também fiquei super envolvida com essa coisa das comunidades do Orkut, como eu disse no post. Hoje o João já vai fazer um ano. Ele ficou com o refluxo controlado só com uns 6 meses e começamos a tirar o remédio dele com uns 9 meses, que foi a orientação do pediatra. Faz um mês, mais ou menos, que os sintomas começaram a voltar e há uma semana ele teve que voltar a tomar os remédios. Ele voltou a ter problemas intestinais: ora tem diarreia (ficou 15 dias em uma), ora tem constipação. Vomita de vez em quando, não quer mais tomar água, dorme mal, tá mal humorado, tem azia, crises de choro… Enfim, tudo o que ele tinha antes. Mas agora estou com mais paciência, não me desespero, estou esperando o efeito do remédio, sabe? Sem achar que isso é o fim do mundo.

      Como a sua neném é pequenininha, dá muuuuito desespero e a gente vira refém, né? Fica o tempo todo em função da doença, achando que isso vai durar para sempre. Alguns casos de refluxo realmente são mais graves que outros e ainda pode ter problema de alergia alimentar que pode acontecer com algumas crianças. ALGUMAS. Hoje em dia, parece que virou meio moda essa coisa de alergia alimentar. Não sou médica, sou jornalista, mas em todo pronto-socorro ou médico que vamos eles falam que precisamos tirar o leite de vaca do João. Na verdade, ele fica meio ruim de digerir o leite quando está ruim do refluxo, assim como fica ruim da digestão de vários alimentos. Assim que o refluxo de estabiliza, ele volta a digerir os alimentos normalmente. Ele não tem alergia alimentar, só tem dificuldade em digerir alguns alimentos por imaturidade do sistema digestivo dele, entende? Pode ser que a sua filhota seja bastante imatura nesse sentido e, por mais que a sua esposa tire um monte de alimentos da dieta, o que a pequena precisa mesmo é de tranquilidade, decisões vindas do médico, pais mais seguros… Eu sei que é muuuuuito difícil, mas, foi como eu disse no post que escrevi: a partir do momento em que comecei a confiar mais no meu instinto materno e passei a olhar mais para o MEU filho e menos para os problemas que os outros me contavam, ele passou a se sentir melhor.

      Que exames a Maria Eduarda já fez? Eles deram algum resultado conclusivo?

      Espero ter ajudado e, se a sua esposa quiser trocar e-mails comigo, estou por aqui!!!

      beijos, Fabi

  9. Oi Fabi!
    Li toda a história de refluxo do seu filhinho. Olha, o meu filho Emanuel de 10 meses tbm tem esse problema terrível. Tbm fiquei meio perdida no começo. Demos vários passos errados, eu e meu marido, até entendermos melhor o que ele estava passando. Então, tiramos o leite de vaca e todo e quaisquer alimentos que tivesse vestígios do mesmo (biscoitos, mucilom, etc) pois, segundo os naturalistas, é a principal causa geradora do refluxo. Menina! Diga que depois dessa decisão o Emanuel passou a dormir tranquilamente à noite, parou de tossir, parou de regurgitar, apesar de tomar medicação para tratar o problema. Vou levá-lo num naturalista, pois fiquei sabendo que eles tratam esse problema com dieta específica e com uma medicação natural denominada ENZIMA VEGETAL. Mas é isso aí! O conselho que eu lhe dou é confiar a saúde de seu filho nas mãos do médico dos médicos que é o Senhor nosso Deus e depois pesquisar e ler bastante sobre o assunto e procurar reter apenas aquilo que lhe convém. Um bj e qualquer coisa mande um e- mail. Terei muita satisfação em compártilhar dúvidas e soluções com vc.

  10. Oi Fabi descobri que meu filho tem intolerância à lactose, estou dando leite de soja para ele mas ele tomava leite com mucilon antes. Sera que posso colocar mucilon no leite de soja?? Se alguém puder me responder por favor eu agradeço sou mãe de primeira viagem e não sei o que fazer … Se alguém poder me responder entre em contato comigo no meu e-mail. OBRIGADA.
    laizaaass@hotmail.com

  11. oi , tdo bem??passei por muitas dificuldades , desespero ate descobrir o PORQUE do feluxo, da dairreaia, da bronquite, da falta de ar, enfim de tantas coisas, cortaram o leite normal, passaram para o de soja piorou mais ainda….então resolveram fazer o teste, ENFIM ELE NAO PODE NEM UM E NEM O OUTRO, imagine a lata custa 170, reais….ja pirrei pois não consegui o leite fui a tv, pelo meu filho eu grito espernei….algums exames consegui pelo SUS outros particulares…mas olha os pediatras tratam como se fosse um sintoma qualquer ate vc achar um especialista o teu filho e um esperimento de remedios….