Anuncie no DQD

Deixar o filho com o pai = Ser mais você

em
depois-que-eu-descobri

Resolvi escrever, minha gente! Vamos ver se volto à ativa…

 

Bom, o tema de hoje é “deixa o filho com o pai”. Talvez sirva mais para as mamães separadas, mas acho que as mães “juntas” tb podem se valer de alguma coisa.

Joãozinho já passou um final inteiro com o pai sem mim e agora está desde domingo à tarde com ele. Só volta amanhã à noite (nesse meio tempo, deu uma passadinha aqui em casa pra pegar umas coisas “de piscina” porque amanhã vai passar o dia em um sítio e eu pude dar um cheirinho nele!).

Combinamos aquela velha história de um final de semana comigo e um final de semana com o Mosca. Durante a semana, estou pedindo para o Mosca ficar com ele um dia para eu poder sair (sou filha de Deus, né?). E é tudo flexível e espero que continue assim.

Enfim, no primeiro final de semana longe da mamãe, eu aproveitei bastaaaaante. Fiz várias coisas para mim, arrumei meus armários, joguei um monte de coisa fora. Tem uma amiga minha que disse que essa é a fase do “exorcismo”, heheheh… Foi ótimo. Saí, dormi, descansei, vi as amigas… No domingo, umas 6 da tarde, já estava maluca de saudades do João, claro!

Neste final de semana, não foi diferente. Estava esgotada da semana pesada que tive: muito trabalho, a babá faltou dois dias, o João está me solicitando muito, todo carente, advogado pra ver coisas do divórcio, pediatra… Então, aproveito para ser eu nesses dias em que estou sem ele. Faço as coisas no meu horário, no meu ritmo, durmo(!)… Isso é tããão bom!

Não fico preocupada em como o Mosca vai cuidar do João porque sei que vai fazê-lo muito bem. Tenho medo dele estranhar ficar longe, dele sentir a minha falta, dele achar estranho estar com a namorada do papai (sim, o Mosca já está namorando e ela tem um filho da idade do João. Os dois já se conheceram e brincam juntos), mas isso é assunto para outros posts.

O que eu quero dizer aqui é que as mamães separadas precisam aproveitar o tempo quando os filhos estão com o pai. Não deixem para fazer as coisas chatas de casa nesse tempo, tipo ir ao mercado. Nesse tempo em que o bebê está longe, aproveite para voltar a ser você! Para se redescobrir, lembrar do que gosta de fazer, experimentar coisas novas para descobrir se gosta ou não, dormir, comer na hora que quer e o que quiser, ficar na internet sem o pequeno pentelho ficar do lado pedindo a sua atenção (hahaha)…

Às mamães casadas que vivem grudadas nos seus filhotes, sigam o conselho da pediatra do João: solte o seu filho, deixe que ele seja independente! Peça para o pai levá-lo para passear sozinho, só os dois. Deixe os avós cuidarem da pequena cria por um final de semana (geralmente, eles são loucos para ficar com os bebês) e aproveite para namorar, pegar um cinema, dormir, viajar… Os filhos se criam, crescem e a gente precisa continuar sendo a gente mesma, sabe?

Eu tenho me visto como uma mãe meio superprotetora depois da separação. Fico toda hora atenta pra ver se a carinha do João tá boa, se o olhar dele está feliz, se está tudo dentro da normalidade. Também estou aprendendo a soltar o meu pequeno para o mundo e não achar que eu sou o centro da vida dele. Tá, ele é um bebê, eu serei uma pessoa mega importante por muito tempo, mas preciso deixar o meu coração mais tranquilo para que o dele também fique. Ixi, mas isso tb é assunto para um outro post! Beijos



12 comments

  1. Fabi!!!

    Já mandei um e-mail, um post e nada! Tudo bem, entendo que sua vida está toda diferente e que vc ainda está se adaptando. Fico feliz por saber que apesar da separação vc e o Mosca conseguem entender que a função de pai e mãe não munda em nada! Eu falo isso pois tenho enteado e ele sofreu MUITO pois o meu marido e a ex não se davam nada bem (eram brigas constantes pois a Debora não deixava o Dani ver o Kauan pois ele namorava comigo… bobeira né?) e o Kauan sofreu as consequencias por um tempo, mas agora ele já está com quase 11 e entende melhor as coisas… e mora comigo. Viva!!!!
    Estou torcendo muito por vc!! Muito mesmo!
    Fabi, eu acabei de me mudar e estou organizando minha vida também, pois muitas coisas mudaram, mas nada como o bom e velho tempo para nos ajudar a superar as novas mudanças…

    Fica com Deus!!!
    Beijos Lu e Laura

  2. Ai FAbi gelo o coração ouvindo voce dizer essas palavras…ja passei por isso e sei muito bem como é hoje em dia brincando já falei para o meu marido o qual sou loucamente apaixonada ( e enquanto isso dura vou aproveitar para amar muito pois tudo passa eu sei) eu sempre digo se algum dia voce se separar de mim com as crianças pequena e tiver outra namorada ahhhh ela vai ter que me engolir eu vou junto no final de semana e não tem geito se não ninguem sai daqui….se quiser ficar com seus filhos vai ter que me levar….ahhh já pensou ele ir em lugares que a gente vai todos os finais de semana sem me levar…..ahhh Fabi eu não iria aguentar não eu iria também…são nossos amigos nossa familia…..eu por enquanto estou muito grudada com meu marido (amém) sem propaganda né…isso estraga…
    Mas morro só de pensar que ele vai levar meus pequenos não não não não não não….eu vou sim…
    Um enorme beijo espero que voce esteje bem o que é importante da sua historia ….historia essa que nós espectadores estamos acompanhado bem de pertinho e torcendo para que todos tenham um final feliz.

  3. Eu acho interessante como a fila anda rápido, tenho visto alguns casais que se separam e em menos de um mês já estão namorando outra pessoa, como dizem: nem esperam o defunto esfriar e já partem para outra, me faz pensar que não existia sentimento pelo ex-companheiro.
    É normal ter uma outra pessoa após a separação mas não tão rápido assim principalmente quando se tem filhos, imagina a confusão na cabeça da criança.
    Está é a minha opinião, sejam todos felizes. Um abraço

  4. Fabi, como é que vc está reagindo a essa “namorada” tão repentina? Acho que eu ficaria muitíssimo magoada…
    Mas eu vejo em você uma mulher forte, não sem sentimentos, mas capaz de superá-los. Sua vida virou uma história que a gente acompanha porque te admira e para aprender alguma coisa também, né?
    Bjus, muitas felicidades para você!

  5. Fabi, que bom que vcs estão fazendo de tudo para manterem uma boa relação pelo filho lindo que vocês tem.
    Fiquei triste quando li sobre a separação e um pouco espantada em saber que o mosca já está namorando, eu ficaria chateada, mas pelo que acompanho vc é forte, determinada e vai superar tudo isto.
    Ah !!! E o blog do boa forma, vc tem que voltar com tudo hein, estou esperando.
    Beijos mil…

  6. Olá Fabi, fico feliz de saber que vcs. conseguiram estabelecer esta rotina com o João, os dois sempre presentes na vida dele, assim não tenha dúvida que ele vai ficar feliz! Nessa hora, o que importa é pensar na felicidade do pequeno, tentar deixar de lado qualquer mágoa ou ressentimento, afinal seu ex-marido parece ser um pai excelente,então, com ou sem namorada, eu penso que o que importa é o Joãozinho bem cuidado!Imagino que não deve ser tão simples, mas logo tbm será a vez do João conviver com um possível namorado da mamãe…então que seja da forma mais pacífica possível!Tudo em prol da paz familiar!E antes que eu me esqueça, parabéns pela força, pelo jogo de cintura, pelo recomeço, vc. demonstra ser uma mulher de muita fibra!bjos

  7. Aeeeeee Fabi!!! Finalmente vc voltou aqui no blog, fiquei mto feliz viu?! E tbm percebi q vc está conseguindo lidar com toda essa fase, é isso aí, bola pra frente q atrás vem gente!!! E o q mais importa é q vc possa ser feliz e o Mosca tbm, cada um com sua vida…e obviamente q o João esteja sempre bem!!! Aproveite bastante a vida!!!!! Torço por vc!!! Bjus!!

  8. A cada dia que passa o João está mais esperto, mais ativo, mais interessado pelo o que acontece a sua volta.
    E é de nossa responsabilidade dar o estímulo. Estímulo certo, atitudes boas no futuro, estímulo errado, muita dor de cabeça no futuro.

  9. Fabi, te acompanho à tempos e gosto bastante de vcs. O João é lindo e tenho certeza que dará tudo certo na criação dele, pois o mais importante ele tem! Sou a favor do casamento e da família, mas já que o fim já está sacramentado, só me resta torcer para que vc. desfrute da melhor maneira os dias, fazendo coisas que nós casadas não conseguimos muitas vezes nem em pensamento: ir ao cinema, arrumar “aquele” armário, tomar “aquele” banho, bater um papo gostoso com uma amiga…e etc etc etc. Felicidades.

  10. Acho que o motivo desta separação foi traição, pq em tão pouco tempo o Mosca já está com outra, não é tão rápido assim para arrumar uma namorada, se fosse uma ficante poderia até ser, aí tem !!!

  11. Fico super feliz em ler os posts de vcs em pensar no bem estar do Pequeno, algo pouco comum nos casais que se separam, a criança vira objeto, e isso é algo que vcs não estão fazendo… Que continuem assim, pra frente é que se anda… Que esse bom convivio entre vcs seja pra sempre, assim, o João só tem a ganhar…
    Qto ao novo relacionamento do Mosca, é super normal tb… A vida volta, temos necessidades de carinho, atenção, e vcs não estão mais juntos, modos que não há nada de errado, errado seria ele ter outra e continuar com vc… Mais um ponto pra sua maturidade…

    Bjs
    :)

Deixe um comentário